Área do Cliente: Chamados | Portal de Boletos
Área do Corretor: Entrar

18/12/2017

Árvore de Natal: qual sua verdadeira origem?

A decoração de natal já está em todos os lugares. Para onde você olhe, o tema natalino marca a presença. Mas você já se perguntou de onde vem a tradição de enfeitar uma árvore para o natal? Apesar dos registros não serem muito exatos da data de seu uso, tem algumas referências. As histórias remontam desde tempos antigos onde diversas culturas e tradições, pagãs ou religiosas, fazem uso da árvore como simbolo de celebração de suas festas.

Os primeiros indícios desta tradição vem da antiguidade, nos povos antigos do hemisfério norte antes de Cristo. O era costume de guardar ramos verdes de árvores para decoração na época do inverno rigoroso, assim durante este período eles podiam recordar que os dias mais amenos da primavera voltariam. O solstício de inverno, nesta região, acontece justamente entre os dias 21 e 22 de dezembro, época em que o frio é mais rigoroso. O que nos aproxima da data. Para eles ainda, era como se o deus sol na época do inverno estivesse doente e os ramos verdes eram agouros bons para o seu retorno . Os galhos eram também usados como amuletos, pois acreditava-se que as plantas afastavam os maus espíritos e doenças.

Já os antigos romanos usavam a decoração do templo com árvores durante o festival da Saturnália, em homenagem ao deus Saturno, deus da agricultura. Os povos cristãos passam a usar os ramos como sinal da aliança e da vida eterna com Deus. Não se sabe ao certo quando passou-se a usar os galhos e pinheiros como decoração de natal propriamente.Mas uma outra possível indicação possa ser das encenações medievais nas praças na época do Natal, em que se enfeitavam as árvores. Também na época da igreja primitiva, 24 de dezembro era o dia de Adão e Eva e as encenações com árvores aconteciam para representar o paraíso.

Em 1510, na praça da cidade de Riga na Letônia tem-se o primeiro uso documentado, a praça tem uma placa em oito idiomas dizendo que ali esteve a primeira árvore de ano novo. Outro registro é de 1521 na Alemanha, uma pintura possivelmente representando São Nicolau num cavalo levando uma árvore.

Alguns registros apontam para o monge alemão, Martinho Lutero, como o primeiro a levar a árvore para dentro de sua casa, no séc XVI. A história diz que ao andar pela floresta ele gostava de ver as estrelas no céu brilhando entre as árvores e que a cena lhe fazia lembrar de Jesus. Por isso, colocou em sua casa uma árvore enfeitada com velas para para ter esta lembrança.

Apenas no séc XIX é que a tradição se populariza. Principalmente após a Rainha Victória e o Príncipe Albert, foram ilustrados no Jornal de Londres com sua família em torno de uma árvore de Natal decorada. Da Grã-bretanha, a tradição se espalhou pelo mundo.

Mesmo com tantas histórias incertas, o importante é o significado que damos às tradições que recebemos e também aquelas que construímos com quem amamos. Coloque em sua árvore os melhores desejos para o seu lar!

Pra você continuar lendo: